Suas opções de caldos para o frio já se esgotaram, ou você está querendo provar algo diferente? Então a sopa de pedra chegou para te surpreender. Essa opção mais simples mas igualmente saborosa vai te esquentar na hora, ajudando a espantar o frio!

Mas você conhece a origem da sopa de pedra? Bom, antes de mais nada, é importante dizer que ela é originária de Portugal e segundo a lenda, tudo começou com um frade muito pobre mas que não queria pedir comida. Assim sendo, ele pedia para entrar na casa e fazer a sopa de pedra.

O mais curioso é que de fato, o frade colocava pedras na receita, acrescentava temperos e quando tudo estava pronto as pedras eram retiradas, lavadas e estavam prontas para serem usadas novamente. Assim, surgiu a sopa de pedra! Porém, assim como acontece com diversas receitas, essa passou por algumas adaptações dada a dificuldade de encontrar alguns ingredientes como o chouriço, por exemplo.

Mas ainda que alguns ingredientes não estejam presentes, a sopa de pedra não perde sua essência e nem o seu sabor e é a versão mais simples e mais acessível que você vai aprender a fazer. Confira a seguir!

Sopa de pedra versão simples

Tempo: 20 minutos
Rendimento: 4 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 1 colher de sopa de sal
  • 3 ovos inteiros
  • 300 g de carne de sol (opcional)
  • 50 ml de óleo de soja
  • Cheiro verde a gosto
  • Farinha de mandioca

Modo de preparo

  1. Coloque a água, o óleo, o sal, cheiro verde e carne de sol (opcional) em uma panela média.
  2. Leve a panela no fogo e deixe levantar fervura, nesse momento quebre os ovos numa vasilha à parte e coloque na panela.
  3. Assim que os ovos estiverem firmes (cozidos), pegue uma colher, de preferência de madeira e comece a mexer, colocando bem devagar, com a mão, a farinha de mandioca.
  4. Tem que ser devagar, pois se não cria aquelas pedrinhas de farinha, daí o nome de sopa de pedra.
  5. O ideal é que ela fique bem homogênea.
  6. O Ponto da sopa é o gosto de cada um, quanto mais farinha, mais consistente.
  7. Serve de acompanhamento para o arroz branco.