Seja para um cozinheiro amador ou para os mais experientes, aqueles que se aventuram na cozinha sabem o quanto é importante uma boa frigideira. Até porque, é com ela que você vai fazer omeletes, panquecas e demais preparos do dia a dia! Do mesmo modo que a escolha das panelas são importantes, na hora de comprar a sua frigideira os detalhes vão fazer diferença.

Com o intuito de te ajudar a fazer a escolha certa, o Guia da Cozinha vai listar os modelos de frigideira. Portanto, leia com atenção antes de ir às compras e analise qual possui melhor custo-benefício de acordo com seu perfil e necessidades.

Antes de comprar é importante conhecer os materiais

Primeiramente, é fundamental conhecer os materiais e analisar as vantagens e desvantagens de cada um antes de investir na sua frigideira. Desse modo, você não corre o risco de comprar algo que não atende de fato as suas necessidades.  Por isso, nas lojas você encontra frigideiras com os seguintes materiais:

Cerâmica

A frigideira de cerâmica é perfeita para deixar as carnes com crostinha

A frigideira de cerâmica é perfeita para deixar as carnes com crostinha – Foto: Shutterstock

As frigideiras desse material, costumam ser um pouco mais pesadas, porém são versáteis. E por conta da cerâmica, é possível dar as carnes aquela crosta douradinha, além daquela suculência que a gente adora. Ela também é ideal para fazer legumes refogados, molhos e até mesmo farofas. Então se você é adepto de uma alimentação mais saudável, ela é ideal porque a cerâmica não soltará resíduo durante o preparo das comidas.

Ferro

Esse material é um dos mais resistentes e duradouros

Esse material é um dos mais resistentes e duradouros – Foto: Shutterstock

Esse material é, sem dúvidas, um dos mais resistentes que você vai encontrar. Além disso, o ferro esquenta bem rápido, então isso ajuda a manter o calor do alimento por mais tempo e é justamente esse ponto que requer mais atenção. Isso porque os alimentos preparados nela podem queimar facilmente, então a dica é desligar o fogo antes da comida atingir o ponto final. Com o calor do ferro, o alimento vai terminar de cozinhar ou fritar.

Cobre

O material é ótima fonte de calor e mantém os alimentos aquecidos por mais tempo.

O material é ótima fonte de calor e mantém os alimentos aquecidos por mais tempo – Foto: Shutterstock

Bem como o ferro, o cobre é ótimo quando se trata de calor e de manter os alimentos aquecidos. Sendo assim, caso escolha por uma frigideira desse material, é importante ficar de olho para que o preparo não queime.

Inox

O inox é leve e resistente

O inox é leve e resistente – Foto: Shutterstock

O aço-inox é o queridinho quando se trata de utensílios domésticos, não só pela beleza mas também por ter inúmeras vantagens. Uma delas é que, diferente dos materiais já citados, esse é mais leve e resistente. Ou seja, perfeito para deixar os alimentos bem douradinhos. Por outro lado, também requer atenção na hora de cozinhar. Ao optar por uma frigideira de inox, não esqueça de untar bem a panela com óleo, azeite ou manteiga sempre que for utilizá-la e após o uso não esqueça de cobrir com água para evitar manchas.

Alumínio

A frigideira de alumínio é bem leve e fina mas não retém o calor

A frigideira de alumínio é bem leve e fina, mas não retém calor – Foto: Shutterstock

Por ser semelhante ao modelo de inox, algumas pessoas chegam a confundir as duas. Frigideiras de alumínio costumam ser bem leves e finas. Porém, diferente do ferro e da cerâmica, o alumínio não retém o calor, sendo assim os alimentos são preparados no tempo normal e precisam ser consumidos assim que ficam prontos. A limpeza desse modelo de frigideira é mais complicada. Por isso, após o uso é recomendado deixar a peça com água de quente para facilitar a lavagem.

Antiaderentes

Panelas antiaderentes possuem um preço salgado mas duram muito

Panelas antiaderentes possuem um preço salgado, mas duram muito – Foto: Shutterstock

Os modelos antiaderentes, é sem dúvidas, o sonho de consumo de quem cozinha. Ainda assim, o preço salgado faz com que muita gente desista de comprar. Por sua vez, quando se trata de frigideira, o valor pode compensar considerando que ela vai durar bastante.

A mais popular é a de teflon, com ela, é possível fritar os alimentos usando pouca gordura. Além disso, o processo ocorre de uma forma mais lenta, o que evita a queima durante o preparo. Já a cerâmica antiaderente é ideal para quem cozinha em fogo alto.

Ambas são de materiais delicados, que riscam com facilidade. Isso requer cuidados na hora de lavar, por exemplo. O recomendado é deixar de molho em água quente e lavar com o lado liso da esponja.

Modelos mais populares de frigideira

Agora que você já conhece os materiais, chegou a hora de saber quais os modelos existentes. Vale ressaltar que algumas opções são apenas para cozinhas profissionais. Mas nada impede de você ter na sua cozinha quantos modelos quiser, o importante é que atenda as suas necessidades e facilite sua rotina. Os modelos são:

  • Tradicional: esse é o modelo clássico de frigideira e muito fácil de encontrar e serve para fazer qualquer preparo.

 

  • Omeleteira: como o próprio nome diz, é específica para o preparo de ovos e omeletes.

 

  • Wok: possui um formato mais profundo e distribui o calor de forma igual; por isso, é ideal para fritar e cozinhar alimentos. Esse modelo é bastante comum na culinária oriental.

 

  • Frigideira de saltear: com bordas mais arredondadas e as laterais mais altas que a frigideira comum, ela foi criada para facilitar o preparo de legumes.

 

  • Panquequeira: bem retinha e sem tampa, essa frigideira é uma das mais baixas e deixa as panquecas perfeitas porque a massa espalha por toda superfície e cozinha por igual.

 

  • Bistequeira: seu formato e sua superfície imitam um grill, deixando a carne bem selada. Então esse é o modelo ideal para quem é fã de uma carne bem feita.

 

  • Paellera: possui o mesmo formato que a frigideira tradicional, só que maior e com dois pegadores laterais. É perfeita para o preparo de paellas, mas caso queira investir nesse modelo, também dá para preparar massas e carnes em geral.

E aí, curtiu o nosso guia sobre os tipos de frigideira? Não deixe de compartilhar essas informações, pois elas podem ajudar muita gente que está em busca de montar a sua primeira cozinha ou em busca da frigideira perfeita!