Quando se trata de docinhos, é quase uma unanimidade: os com chocolate costumam ser os mais vendidos e amados!

Pensando nisso, explicamos aqui as diferenças de cada tipo desse doce derivado do cacau, de modo que você possa acertar o gosto dos clientes, caso venda esses produtos, ou mesmo acertar o gosto dos amigos e familiares, caso faça docinhos para comer em casa.

Pedaços de chocolate
FOTO: Shutterstock

O verdadeiro chocolate

Para ser considerado chocolate, o produto deve ter no mínimo 25% de cacau na massa e os chocolates nobres ou comumente conhecidos como puros, têm essa quantidade. Por isso, são considerados os mais saborosos e, também, os mais caros.

Além de preço, outra característica pode atrapalhar o uso do verdadeiro chocolate: é necessário fazer o choque térmico para que o bombom, por exemplo, mantenha o formato sem derreter, mesmo depois de sair da geladeira.

As coberturas

Há duas opções de chocolates tipo coberturas no mercado: o fracionado e o hidrogenado.

O primeiro é considerado mediano, pois possui pouco cacau e contém gordura vegetal. Entretanto, ele é excelente para banhar docinhos e fazer casquinhas de bombons, pois não precisa passar pelo processo de temperagem.

Já o hidrogenado é a opção inferior, porém, de preço mais barato e que não precisa passar por choque térmico. O sabor é bem diferente do chocolate puro, uma vez que é produzido com muita gordura, deixando-o com textura parafinada. Contudo, vale a pena utilizar a cobertura hidrogenada para fazer decorações e pequenos detalhes nos docinhos.

LEIA TAMBÉM