Nove em cada dez brasileiros odeiam lavar louça! Brincadeiras à parte, uma coisa é fato: a louça é uma das tarefas domésticas mais cansativas, não é mesmo? Interminável, a obrigação de colar a barriga na pia consome muito tempo e pode até gerar brigas dentro de casa. Mas, relaxe, a solução existe: a lava-louça!

Ao contrário do CookTop e da geladeira, a lava-louça pode ser um item que fica lá embaixo na lista de prioridades da cozinha, sendo considerado um luxo. Porém, a Black Friday chegou para inverter esse cenário! Já que os preços estão mais baixos, esse é o momento certo para investir em uma máquina de lavar louça e obter a cozinha dos seus sonhos.

Além disso, a lava-louça não é um luxo, não! Mas, sim, uma necessidade, já que não existe nada mais valioso do que a economia de tempo! Assim, com o auxílio desse eletrodoméstico, é possível garantir a pia sempre limpinha, os utensílios esterilizados e tudo pronto para voltar ao armário, com uma grande economia de água!

Por fim, é preciso — além de desmistificar a lava-louça como um luxo — quebrar esse preconceito de que ela não lava tão bem quanto nós mesmos! Ao usar o eletrodoméstico, basta colocar tudo, por mais sujo que esteja, direto na máquina sem nem enxaguar. Logo depois, selecionar o programa certo e aguardar até o momento de tirar tudo sequinho! Isso que é investimento!

Qual o melhor tamanho de lava-louça?

No mercado, as lava-louças são classificadas de acordo com a sua capacidade de serviços. Ou seja, de acordo com a quantidade de utensílios que uma única pessoa utiliza por refeição. Por isso, um serviço seria equivalente a um grupo composto por copo, talheres, xícara, pires, um prato raso, um fundo e um de sobremesa.

No mercado, a capacidade dos modelos disponíveis varia entre 6 a 14 serviços. Para descomplicar, as lava-louças podem lavar, de uma vez, os utensílios utilizados por 6 ou até 14 pessoas em uma única refeição. E, dentro desse referencial, é possível classificar as máquinas em pequenas (6 serviços), ideal para quem mora sozinho; médias (entre 8 e 10 serviços), perfeita para famílias com até 4 pessoas; ou grandes (entre 12 e 14 serviços), ótima para famílias com 5 ou mais integrantes.

A lava-louça pode ser um ótimo investimento nesta Black Friday

A lava-louça pode ser um ótimo investimento nesta Black Friday – Foto: Shutterstock

Atenção ao espaço da sua cozinha!

Ao pesquisar, você encontrará os mais diversos modelos de lava-louças! Preta, branca, de inox, com acabamento de vidro… As possibilidades são infinitas! Ah, e a escolha pelo design não pode passar em branco.

Por outro lado, no momento da compra, é preciso atentar-se também a alguns detalhes técnicos. Por exemplo, o local escolhido para abrigar a sua lava-louça deve possuir acesso a dois pontos de água (um de entrada e outro de saída) e também um acesso à tomada de voltagem correspondente.

Além disso, existem três modalidades: a “de pé”, de embutir e a de bancada. Assim, as “de pé” ou “de piso” são conhecidas também como compactas, ficam em contato direto com o chão e não exigem aparatos de apoio em sua instalação; as de embutir são os modelos que exigem a presença de um móvel planejado; e as de bancada são instaladas como um micro-ondas comum, sem exigir alterações significativas na estrutura da cozinha.

Observe os programas oferecidos por cada modelo

Os programas da máquina de lavar são, basicamente, os modos de lavagem existentes, que adéquam o tempo do ciclo de lavagem, além da quantidade e a temperatura da água de acordo com o tipo de louça a ser lavada. Ao observar e comparar os diferentes modelos, alguns programas são comuns, tal como o dia a dia ou o limpeza pesada, porém — a depender do nível tecnológico e da marca — é possível encontrar alguns programas que fogem do convencional e podem ser de grande ajuda na rotina.

Logo, é importante ficar de olho nos programas oferecidos por cada modelo para, então, colocar na balança se um investimento extra em ciclos de lavagem diferentes pode ser útil para a sua realidade. Um programa específico para lavar compras de mercado ou até mesmo uma função que detecta os níveis de sujeira e garante o melhor ciclo de lavagem seriam interessantes para você?

A lava-louça pode facilitar — e muito! — a rotina da casa

A lava-louça pode facilitar — e muito! — a rotina da casa – Foto: Shutterstock

A lava-louça gasta muita energia?

Afinal, o investimento em uma lava-louça não acontecerá apenas no momento da compra, nem acaba com a instalação: esse eletrodoméstico gasta, diariamente, energia e água! Por isso, considere os gastos médios exigidos por cada um dos modelo e se esses valores fazem sentido no seu orçamento. Olha só:

Assim como o micro-ondas, o gasto energético de cada tipo de lava-louça também pode ser mensurado de acordo com a potência oferecida pelo modelo. Nesse sentido, a potência é equivalente ao tamanho da máquina. Em outras palavras, quanto maior o modelo escolhido, maior será a potência utilizada e, por sua vez, o gasto de energia. Mesmo assim, tenha em mente que a lava-louças, em média, gasta menos que um chuveiro! E, também, é possível escolher marcas que ofereçam modos econômicos.

E a lava-louça gasta muita água?

Não, a lava-louça gasta menos água do que a lavagem manual! Ao contrário do método convencional na pia, que mantém um fluxo constante de água escoada, a lava-louça funciona em um sistema fechado (a mesma água circula pela máquina várias vezes). Assim, em termos de comparação, ao lavar a louça na pia, você gastará o dobro da água utilizada por uma lava-louça! Em números, enquanto a máquina gasta, em média, 10L, você utilizará por volta de 20L.