Então é Natal! Ok, ainda falta algum tempinho para a data, mas você deve estar sentindo o clima natalino na estação, né? E se a ceia já é uma das suas preocupações, pode ter se lembrado do famoso damasco. Típico da noite natalina, o damasco está em alta em dezembro e possui muitos benefícios à saúde.

O damasco é o ingrediente perfeito para as festas de fim de ano, já que a fruta tem colheitas fartas nessa época do ano. Existem alimentos que se adaptam melhor a certos períodos, estando mais ajustados a clima e solo. No final, o resultado é o ideal: mais sabor e nutrientes, somado a menos agrotóxicos e um preço justo.

Por isso, é muito comum encontrarmos a fruta na ceia natalina. Não só ela, como várias outras típicas do final do ano, como cereja, lichia, romã e figo, por exemplo. Mas claro que o damasco tem seu charme, já que é muito versátil e pode ser consumido fresco, cozido, seco, em doces, saladas e inclusive como geleia.

Se o damasco é uma fruta que não falta nunca no seu Natal, veja os benefícios a seguir. Uma ceia saudável pode ser uma boa opção para não cair nos excessos!

O damasco é uma ótima opção para incrementar a ceia de natal

O damasco é uma ótima opção para incrementar a ceia de natal – Foto: Shutterstock

Benefícios do damasco

Segundo a nutricionista Leticia Farinelli, o damasco é uma fruta rica em vitamina A, que está relacionada principalmente à saúde dos olhos, formação do colágeno e imunidade. Além disso, contém uma quantidade significativa de vitamina C, o que a torna uma grande aliada da imunidade!

Mas os benefícios da vitamina C não param por aí. Ela também tem papel importante na regulação do cortisol, como é chamado o hormônio do estresse, e na formação do colágeno. Esse componente ainda torna o damasco um alimento com potencial antioxidante!

Outro aspecto importante da fruta é sua alta concentração de fibras. Isso é importante para regular a digestão e o funcionamento intestinal.

Como já destacamos, o consumo da fruta é bem variado. É possível acrescentar o damasco na sua dieta de muitas formas, inclusive em receitas para a ceia de Natal. “Para quem é fã do sabor agridoce, é uma ótima pedida colocá-lo nas saladas, você vai comê-las com muito mais prazer! E para receber convidados, além do sabor, agrega no visual nas tábuas de frios como entrada”, sugere a nutricionista.

No entanto, é preciso ter atenção ao consumo do damasco na forma seca. “O único cuidado com a forma seca é que fica concentrado seu teor de açúcar, por isso não exagere nas quantidades”, explica Farinelli. Ainda assim, ela é uma ótima opção para lanches práticos, junto a um mix de sementes e oleaginosas.

Colaboração: Leticia Farinelli, nutricionista.