Manter uma boa alimentação é mais fácil do que você imagina. Basta saber o que agride ou não o nosso organismo. E, claro, levar em consideração que o excesso é sempre o maior inimigo. Para você tirar as suas dúvidas e aprender a montar um prato saudável no dia a dia, o Guia da Cozinha consultou a médica nutróloga Marianna Magri, que traz as melhores dicas para você acertar nas escolhas. Veja como deixar a sua refeição mais saudável e nutritiva.

Como deixar a sua refeição mais saudável no dia a dia

A especialista aconselha a montar “um prato com alimentos ricos em nutrientes, proteínas e carboidratos em equilíbrio, sem frituras e alimentos industrializados”. Para isso, é bom apostar em alimentos como arroz e macarrão integrais (de preferência sem glúten) e muitas verduras e folhas verde-escuras, como espinafre, brócolis, repolho, rúcula, agrião e couve.

como montar um prato saudável

Peito de frango com brócolis e cenoura – Foto: Guia da Cozinha

Outra boa pedida é adicionar leguminosas (grãos) no cardápio, tais como grão-de-bico, feijão, ervilha, amendoim e soja. Além disso, incluir outros alimentos como peixes, tofu, cogumelos, batata, mandioca, abóbora e abobrinha. “Um prato equilibrado consiste em 25% proteínas, 25% carboidratos e 50% variados em vitaminas e minerais, como, por exemplo, os legumes, hortaliças e frutas”, aconselha a nutri.

Saiba quais alimentos evitar

  • frituras em geral;
  • excesso de glúten;
  • açúcar refinado;
  • café com açúcar;
  • refrigerantes;
  • chocolates comuns;
  • pipoca de micro-ondas;
  • sucos industrializados e em pó;
  • bebidas alcoólicas em excesso;
  • doces em excesso;
  • comidas processadas, industrializadas e congeladas;
  • enlatados.

É possível ser saudável sem seguir dieta? 

De acordo com Marianna Magri, se você busca uma alimentação saudável, sem necessariamente estar em uma dieta, é preciso evitar os excessos de alimentos que fazem mal à saúde, como as frituras e os processados. “Para ser saudável pode-se, sim, comer bem e não ter uma dieta específica, porém é indicado rever os excessos, não pular as refeições importantes e incluir no cardápio do dia a dia alimentos que equilibram o prato”, reforça a nutri.

Rolinho de abobrinha – Foto: Guia da Cozinha

Como substituir alimentos saudáveis caros por mais baratos?

Não confunda alimentos saudáveis com alimentos caros! Você pode substituir ingredientes que estão com preço elevado por outros mais em conta. A dica essencial da especialista é trocar os alimentos mais caros por mais baratos desde que possuam os mesmos nutrientes. Algumas possibilidades de substituições são: trocar cenoura por espinafre ou batata-doce, carne vermelha por ovo, feijão e grão-de-bico, tomate por abóbora e assim por diante.

Assista aos vídeos e aprenda a fazer trocas saudáveis: