Uma novidade que tem demonstrado ser uma grande aposta para o universo culinário são as dark kitchens. Essas cozinhas, também conhecidas como “cozinhas fantasmas”, são locais profissionais em que  são produzidos os pratos pedidos exclusivamente por meio do delivery. Isso faz das dark kitchens uma alternativa criativa para estabelecimentos que não possuem salão e potencializa a qualidade da entrega dos alimentos – sem gastar mais por isso!  

Por que o nome dark kitchen

O modelo foi desenvolvido em Londres pela empresa de entrega de comidas Deliveroo. Para amplificar as entregas em domicílio, a empresa teve a ideia de montar suas cozinhas em áreas industriais de Londres, voltadas apenas para pedidos de entrega, longe dos olhares curiosos do público. Com o tempo, a Deliveroo percebeu que esse formato de negócio tornava mais eficiente o trabalho de delivery e cortava alguns custos que um restaurante tradicional teria.

Como o ponto principal é a entrega de comida, as dark kitchens não têm um espaço físico para atender os clientes. Diferente de outros estabelecimentos, a estrutura dessas cozinhas pode ser mais desenvolvida e ter capacidade para atender um maior número de pedidos. Além disso, várias marcas podem trabalhar no mesmo espaço – o que reduz ainda mais os custos. 

Dark kitchen

Uma boa alternativa

Porém, também há outros casos em que os restaurantes preferem trabalhar em ambientes menores e particulares. Para quem deseja abrir um próprio negócio e não tem muito dinheiro para investir em grandes locais, essa ideia é alternativa de investimento. Assim, mesmo que pequeno, desde que seja um espaço adequado para uma cozinha, uma dark kitchen pode ser instalada.

Por que fazer se posso comprar pronto (com rapidez e baixo preço)

delivery

Essa dinâmica de cozinhas reflete o crescimento da preferência por delivery. Cada vez mais as pessoas têm buscado maneiras práticas e eficientes de entrega de comida, então o investimento nessa área é uma tendência para os próximos anos. 

Outro ponto importante é que os clientes estão mais exigentes quanto à qualidade e a rapidez da entrega dos alimentos. Por isso, focar no delivery é uma forma de atrair um público variado. 

Neste cenário, os restaurantes estão mudando as suas dinâmicas para conseguir atender à nova demanda. Assim, tanto clientes quanto entregadores se beneficiam, uma vez que haverá mais áreas de produção em diferentes locais, facilitando a entrega e até podendo diminuir o preço dos fretes.