Comer sem cozinhar e sem gastar muito
Pratos de comida sobre a mesa

Como comer sem cozinhar e sem gastar muito? Nós temos as dicas certeiras!

Com a correria do dia a dia, é mais simples recorrer a opções prontas de alimentos nada saudáveis em vez

Comer sem cozinhar e sem gastar muito

Com a correria do dia a dia, é mais simples recorrer a opções prontas de alimentos nada saudáveis em vez de encontrar tempo para cozinhar. Principalmente quando se mora sozinho, a preguiça de preparar refeições para uma só pessoa faz com que a ideia de cozinhar diariamente seja quase inexistente. Mas como comer sem cozinhar e sem gastar muito?

É possível ter uma dieta balanceada sem precisar enfrentar o fogão e sem abrir muito a carteira! A maior dica é dedicar algum tempo para se organizar na hora das compras. Fazer uma lista dos alimentos essenciais antes de ir ao mercado e ter um planejamento do valor que você pode gastar nas refeições são jeitos de driblar a tentação por produtos fora do seu orçamento e os desperdícios.   

Delivery

Entregador de delivery tocando a campainha de uma casa

Sabemos que nem todos os delivery’s são baratos. Na maioria das vezes, o que torna o prato mais caro são os fretes, isso sem falar do tempo de demora no preparo e na entrega dos alimentos –  e o tempo é algo precioso para quem está com fome. Porém, mesmo com esses obstáculos, o delivery ainda é uma opção prática para os momentos em que você desiste da cozinha. 

Se você estiver pensando na balança, saiba que a tentação pode ser enfrentada pois há muitas opções de alimentos saudáveis. Os preços de cada estabelecimento podem variar de acordo com a distância e o tipo de prato. Mesmo assim, com alguns minutos de pesquisa é possível encontrar promoções para todos os tipos de fome. Além disso, nos próprios aplicativos de delivery há opções de entrega grátis, além dos cupons de desconto que ajudam muito a diminuir o valor final do produto. 

Mesmo que a refeição seja para uma pessoa, é possível pedir grandes porções e congelar as sobras para os dias seguintes. Alimentos como pizza, arroz, feijão, verduras e até frituras podem ser congelados – isso porque o congelamento é a forma mais eficaz de conservação. Mas não saia congelando tudo que você vê pela frente; cada produto tem um processo correto para manter a qualidade no descongelamento.  

Comida congelada

Legumes congelados

É preciso parar de relacionar comida congelada com uma vida não saudável. Os pratos congelados são uma boa opção para economizar tempo e dinheiro, além de serem muito saborosos. 

Sabemos que as opções mais calóricas tendem a ser mais chamativas, mas há muitas alternativas saudáveis e com poucos conservantes – sempre fique de olho no rótulo! Os valores nutricionais podem variar de acordo com a marca, mas ainda assim é possível ter refeições completas e nutritivas com congelados.  

Na categoria de comida pronta também entram as frutas, legumes e verduras. No caso dos legumes e verduras, muitos podem ser consumidos de forma crua, como em saladas, por exemplo – opção excelente para os dias quentes. E com a adição de temperos ou molhos prontos, você tem uma alternativa saudável de lanche da tarde! As frutas também podem ser consumidas junto com outros alimentos, como aveia e mel. Para se livrar do fogão, a dica é ser criativo na composição das refeições. 

O melhor de tudo é que alternando os ingredientes e acompanhamentos, você não precisa comer a mesma coisa todos os dias – basta usar um pouco da criatividade para criar pratos saborosos para o dia a dia.

Apesar de serem boas opções para quem quer comer sem cozinhar e sem gastar muito, é importante ficar atento à forma de armazenamento dos produtos congelados. Não é recomendável, por exemplo, guardar verduras em sacolas plásticas; isso faz com que elas estraguem mais rapidamente. Em vez disso, prefira guardá-los em recipientes próprios ou soltos na geladeira. Já com as frutas, algumas podem perder o sabor ao serem congeladas, como é o exemplo dos morangos. Por isso, o ideal é só refrigerá-las – preferencialmente secas – e consumir o quanto antes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *