Tipos de pimentas: conheça quais são e como utilizá-las

Conheça os diferentes tipos de pimentas e saiba como utilizá-las!

  • Serve:

  • Tempo:

tipos de pimenta
Foto: GettyImages/fcafotodigital
Receita salva

Com sabores característicos e muito utilizados na culinária, existem diversos tipos de pimentas, com muitas cores e formatos. Elas são conhecidas pela ardência que provocam quando consumidas e podem ser utilizadas de formas diversas em uma grande variedade de receitas e até como tempero. A pungência é efeito da capsaicina, substância presente no fruto.

Variações ambientais e genéticas, como condições climáticas e de crescimento, influenciam o nível de ardência, que é medido seguindo a Escala de Scoville. As pimentas normalmente são utilizadas como um tipo de tempero, apesar de alguns tipos de pimentas poderem ser usados em receitas de sobremesas ou consumidas como o próprio aperitivo. Aliadas a uma boa comidinha de boteco, ficam ainda mais irresistíveis.

OS TIPOS DE PIMENTAS MAIS FAMOSOS NO BRASIL

PIMENTA DEDO-DE-MOÇA: de origem brasileira, esta pimenta tem sabor e aroma mais suaves se comparada com outros tipos e esse é o motivo principal para seu sucesso. Seu consumo e uso podem ser feitos de diversas formas, desde molhos ou até mesmo em sobremesas. Ela contém vitamina A e C, sendo um ótimo antioxidante.

PIMENTA BIQUINHO: se destaca por ser menos ardente e muito menor do que a maioria das pimentas. Exatamente por isso ela agrada até mesmo quem não gosta tanto do produto. Além do uso em receitas, é comum utilizar a pimenta biquinho como decoração em pratos e até mesmo como o próprio aperitivo.

PIMENTA MALAGUETA: conhecida por ser uma das pimentas mais ardidas, a malagueta pode ser utilizada em receitas como tempero, o mais comum é o uso em molhos ou adição do vinagre (em que normalmente é conservada) no preparo de algum prato.

PIMENTA JALAPEÑO: com sabor característico e originária do México, a pimenta japaleño é utilizada na culinária em diversos locais do mundo. Ela é colhida ainda verde e pode ser utilizada em recheios, molhos, receitas com carne ou cruas. Se estiver fresca, é possível adicioná-la como tempero para saladas, principalmente as que tiverem tomate, já que a combinação entre os ingredientes tem sabor único.

PIMENTA-DO-REINO: originada na Asia, essa pimenta logo ficou conhecida no mundo todo, o Brasil hoje é um dos maiores exportador deste tempero. De acordo com uma pesquisa feita pelo Nutrient Journal essa especiaria age nas enzimas digestivas, aumentando a absorção das vitaminas B e C, sêlenio e betacaroteno. Esse condimento é muito utilizados em carnes, também pode ser adicionados com ovos, saladas de verduras e legumes e suflês.

PIMENTA CAIENA: conhecida por ser a mais medicinal, ela traz vários benefícios para a saúde por ser rica em vitaminas A e C. Ela acelera o metabolismo, auxilia na má circulação do sangue e estimula na digestão, entre outros vários benefícios…É mais indicada para se usar com peixes, carnes e frangos, também em sopas, caldos e até sucos.

tipos de pimenta
Você sabia que existe mais de um tipo de conserva de pimenta? | Foto: GettyImages/
komargallery

QUAIS OS TIPOS DE CONVERSA DE PIMENTA?

CONSERVA DE PIMENTA: é comum encontrar pimentas em conserva para vender. A conserva pode ser feita com diversos produtos, sendo os mais comuns o azeite e o vinagre.

CONSERVA EM VINAGRE: esse tipo de conserva tem menos risco de contaminação (por conta da acidez do vinagre) e permite combinação de ingredientes, diferente da conserva de azeite. Além disso, é possível misturar diversos tipos de pimenta no mesmo frasco e adicionar condimentos que vão além do sal, como cravo-da-índia e cominho e alho, por exemplo.

CONSERVA EM AZEITE: um pouco mais difícil de ser feita, esse tipo de conserva requer bastante atenção, já que se houver algum tipo de contaminação corre-se o risco de gerar uma intoxicação alimentar, como o botulismo. Por isso, é indicado que o processo de conserva seja feito por pessoas qualificadas na área para que este risco seja menor e o processo limpeza e preparação do alimento seja feito de maneira correta.

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

ALIVIA A DOR: o aumento do fluxo sanguíneo em algumas regiões do corpo quando consumimos pimenta pode ajudar no alívio de dores, como dor de cabeça e enxaquecas, por exemplo.

PREVINE DOENÇAS: além da capsaicina, o betacaroteno e a vitamina C presentes na pimenta podem ajudar no combate e prevenção a várias doenças. Diabetes, problemas no coração e até mesmo o câncer de pâncreas e de próstata podem ser combatidos com o consumo de diversos tipos de pimentas.

É ANTICOAGULANTE: problemas relacionados à circulação de sangue, como a formação de coágulos, podem ser combatidos com o consumo de pimenta. Isso porque as vitaminas A, C e algumas do complexo B ajudam na circulação e quebram os coágulos formados.

O que achou desses diversos tipos de pimentas? Conta pra gente nos comentários.

LEIA TAMBÉM

faça um comentário

Mais receitas para você

Combate ao colesterol

Veja quais os alimentos que ajudam a combater o colesterol e quais evitar

Alguns alimentos ajudam no combatem ao colesterol e outros devem ser evitados. Saiba quais são!

agilizar o almoço

9 dicas para agilizar o seu almoço durante toda a semana

Muitas coisas para fazer e pouco tempo! Confira como deixar tudo (quase) pronto e agilizar o almoço durante toda a semana

marinar carne

Você sabe marinar? 9 dicas para acertar no tempero de todas as carnes

Confira as dicas para uma boa marinada e faça toda a diferença no preparo de suas refeições

Receita salva com sucesso... Veja o seu Livro de receitas