Conheça os alimentos com propriedades terapêuticas da Amazônia

Conheça melhor os alimentos da culinária do Amazonas e suas propriedades terapêuticas

  • Serve:

  • Tempo:

Alimentos com propriedades terapêuticas
Foto: iStock
Receita salva

O Brasil é um país extenso e rico em diversidade. Não à toa, cada região possui suas características culinárias e alimentos regionais. No estado do Amazonas, muitos alimentos são provenientes da floresta e da pesca em rios. Por isso, a população tende a ter uma dieta mais saudável e natural, recorrendo com menos frequência à produtos industrializados e comendo diversos alimentos com propriedades terapêuticas.

Entre estes alimentos com propriedades terapêuticas, estão o nó de cachorro, que é útil contra úlcera e impotência sexual; a marapuama que tem ação antidepressiva e auxilia nos sintomas da TPM; a maca peruana que aumenta a fertilidade e ajuda no balanço hormonal; entre outros que não são tão explorados na culinária do resto do país.

Também são frequentes no prato amazonense variados tipos de peixes, farinha como a do Arini, pimenta murupi, cupuaçu e tapioca, de acordo com Aline Girard, fundadora da marca de sucos com produtos amazônicos Puro+.

Nó de cachorro, produto similar ao gengibre e com propriedades terapêuticas -Foto: Reprodução

Aline explica ainda que esses alimentos são bastante saudáveis por conta do método de produção da região. “Por serem orgânicos, os alimentos são muitas vezes produzidos em reservas dentro da própria Floresta Amazônica, e acabam não sendo submetidos a agrotóxicos ou estimulantes de crescimento em seu processo de produção”, explica. No entanto, ela esclarece que “atualmente, muitos dos ingredientes da Amazônia podem ser encontrados em outros estados do País, porém, ainda são de difícil acesso.”

Por que experimentar os alimentos amazonenses?

Além dos alimentos com propriedades terapêuticas serem saudáveis, eles têm “sabores peculiares, deliciosos e não há similares em outras regiões do País”, garante a especialista em produção de sucos com produtos da região. Segundo ela, “os alimentos da Amazônia não são vastamente conhecidos pelo Brasil, porque a própria Amazônia ainda é pouco explorada.”

Buscando uma alimentação mais saudável e natural

O consultor da Puro+ para assuntos da Amazônia Alfredo Lopes, reforçou ainda a importância sobre prestar mais atenção naquilo que se consome. “Nós não temos como sair dos alimentos industrializados, por causa da necessidade da segurança alimentar. Não temos produtos naturais suficientes para abastecer a população mundial. Entretanto, precisamos cuidar disso, porque a indústria brasileira de alimentos tem uma taxa de sódio, de sal e açúcar muito elevada, e os conservantes ainda inadequados para a saúde, que são declaradamente cancerígenos”, explica. Ou seja, criar o hábito de ler os rótulos dos alimentos industrializados é muito importante.

O açaí é uma ótima opção saudável e energética para o café da manhã ou lanche da tarde -Foto: iStock

“Quanto aos alimentos naturais, precisamos saber o que é natural mesmo, dos rótulos dos produtos que estão por aí, porque muitas vezes esses naturais são feitos com agrotóxicos, então eles são tão nocivos contra a saúde como os produtos industrializados. Portanto, devemos buscar sempre mais os alimentos de origem orgânica, e alimentos que estejam sendo produzidos em critérios transparentes de segurança alimentar”, complementa o especialista.

Como utilizar esses alimentos nas refeições do dia a dia?

Na região amazônica, esses alimentos são consumidos de maneiras disseminadas culturalmente. “No caso dos peixes, são consumidos ‘in natura’, pois são assados ou preparados em caldeiradas. Já a mandioca pode consumida em forma de farinha e também de tapioca”, explica Aline. Ela aconselha que, no dia a dia de alguém que possui uma vida corrida, pode-se começar comendo tapioca recheada, tambaqui assado na brasa, diversos cremes, como de cupuaçu e açaí, e pacu frito.”

Que tal começar a experimentar peixes como este tucunaré? -Foto: iStock

“O cupuaçu ainda é uma produção muito caseira. Mas ele permite, por exemplo, produção de bolos com a nata do leite, mousses, chocolates, pudins, recheados com o creme”, complementa Alfredo. “Além disso, nós temos uma variedade enorme de peixes, especialmente o tambaqui. Ele é feito com farofa de banana da terra, essa é uma banana muito poderosa, e pode ser preparada de várias maneiras. A banana da terra é uma iguaria tanto para a sobremesa quanto para os pratos principais, como um acompanhamento de primeira qualidade”, termina o consultor.

Qual desses alimentos com propriedades terapêuticas você tem vontade de experimentar?

LEIA TAMBÉM

faça um comentário

Mais receitas para você

Conheça alguns termos do vocabulário que define o universo das cervejas

Conheça os principais tipos de cerveja e como harmonizá-las

Conheça algumas das palavras que podem ser comumente ouvidas em bares e pubs que atendem o público cervejeiro

Dicas para fazer o brigadeiro perfeito

Dicas para fazer o brigadeiro perfeito

Desvendamos todos os segredos: descubra os truques para deixar esse docinho ainda mais gostoso e fazer o brigadeiro perfeito!

Prato Vegano

Veganismo: 4 dicas para não errar na hora das compras

Dicas e receitas fáceis para os adeptos do estilo de vida vegano

Izabela Dolabela

Ex-Masterchef Profissionais, Izabela Dolabela contou sobre vida e carreira

A chef nos contou um pouco mais sobre sua trajetória na gastronomia

panetones para o Natal 2018

Confira as novidades irresistíveis de panetones para o Natal 2018

Arcor, Nestlé, Romanato, Ofner, Bauducco… as novidades da sobremesa natalina mais tradicional estão cada vez maiores

imagem de queijos em meio a frutas e compotas para ilustrar post sobre como conservar os queijos

Saiba como conservar queijos com 6 dicas fáceis

Já ficou em dúvida sobre como armazenar e conservar queijos? Veja a seguir quais são as dicas para aproveitar ao máximo esse alimento

Receita salva com sucesso... Veja o seu Livro de receitas