Dicas para quem é vegano e não errar na hora de fazer compras

Veganismo: 4 dicas para não errar na hora das compras

  • Serve:

  • Tempo:

Prato Vegano
Foto: Pixabay
Receita salva

O veganismo é um estilo de vida que, a cada vez mais, vem ganhando a vida de muitas pessoas. A escolha de virar vegano e excluir roupas, alimentos e quaisquer elementos que tenham origem animal leva em consideração, principalmente, questões éticas com os animais.

Geralmente, os produtos veganos levam o selo cruelty-free — ou livre de crueldade. Hoje, algumas marcas já não fazem teste em bichinhos (entretanto, elas ainda podem ter ingredientes animais).

Mas, se tornar vegano é um processo que demanda tempo, e cada um tem o seu. Durante essa transição, uma das dúvidas mais normais é saber o que pode ser comprado no mercado, por exemplo. Para acabar com essas ressalvas de vez, separamos algumas dicas da nutricionista Esther Vitorazzi para não errar na hora de fazer suas compras.

Pizza Vegana
Foto: Unsplash@edgarraw

 

1) Certificação

Segundo Vitorazzi, uma das características dos alimentos veganos é sua certificação. Quando há alguma indicada no rótulo, o consumidor pode ter certeza da sua procedência e de que é livre de qualquer ingrediente animal. O Selo Vegan é um deles. “Ele é emitido por instituições certificadoras, o que garante que naquele produto não haverá nenhum ingrediente de origem animal”, afirma a especialista.

2) Se atente aos rótulos!

Primordial para qualquer vegano é aprender a ler rótulos. Às vezes, a gente acha que um alimento pode ser livre de algum componente animal, mas quando lemos as letras pequenas dos rótulos, podemos nos surpreender. Para não correr o risco, o essencial é sempre conferir todos as indicações contidas na embalagem.

Ainda há alimentos que podem conter indicações como “pode conter traços”. Isso acontece porque um determinado produto é vegano/vegetariano em sua formulação, entretanto, ele foi processado na mesma máquina ou equipamento de um alimento com ingredientes animais.

Esther Vitorazzi também recomenda atenção ao ômega 3, albumina, lecitina e vitamina A. “Se o rótulo do produto indicar alguns desses componentes, o alimento pode não ser 100% vegano. A melhor forma de se certificar que o componente é de origem vegetal é ligando no SAC da empresa para tirar a dúvida”, ela aconselha.

Bowl Vegano
Foto: Unsplash@edgarraw

3) Fuja de determinados ingredientes

Alguns ingredientes podem ser pegadinhas para os veganos ou vegetarianos. Como já dito antes, ler os rótulos é a melhor forma de não cair em alguns alimentos que são armadilhas.

“Muita gente acha que a gelatina comum, por exemplo, pode ser introduzida na alimentação vegana. No entanto, ela possui uma proteína transparente que se extrai de tecidos animais”, explica a nutricionista. Uma substituição para ela é o ágar-ágar, de origem vegetal. Esther Vitorazzi destaca outras substâncias que são pegadinhas para os veganos, como leite em pó, caseína, vitamina D3 e Carmin.

4) Chocolate vegano

Uma dúvida que pode passar na cabeça de quem está em transição para o veganismo é se existem chocolates veganos. E a resposta é sim! Eles geralmente têm mais cacau ou são mais amargos.

Entretanto, de acordo com a especialista, é necessário conferir se o produto tem manteiga, ricinoleato de origem animal, glicerina, mel ou albumina.

5) Substituições

Segundo Esther, existem substituições coringas para quem pretender aderir ao veganismo. O leite de vaca pode ser substituído por leites vegetais como de coco, de amêndoas, de castanha de caju, do pará, de arroz e de aveia. No lugar do ovo, o gel de linhaça ou chia é a opção perfeita.

“É necessário apenas hidratar as sementes com água suficiente para cobrir. Para cada colher de sopa de chia ou linhaça são necessárias aproximadamente 3 colheres de sopa de água”, indica a nutricionista.

Confira duas receitas veganas fáceis e deliciosas, indicadas pela nutricionista Esther Vitorazzi:

Hambúrguer de lentilha (sem glúten /sem lactose)

Hamburguer Vegano
Imagem de banco de dados, meramente ilustrativa. – Foto: Unsplash/@Ella Olson

Ingredientes:

  • 250g de lentilha cozida
  • 1 tomate cortado em cubinhos
  • 1 colher de chá de chimichurri
  • 1 colher de sopa de aveia sem glúten em flocos
  • Sal rosa do Himalia a gosto

Modo de fazer:

Misture todos os ingredientes e molde os hambúrgueres. Grelhe na frigideira com óleo de coco.

 

Leite vegetal de chocolate (sem glúten /sem lactose):

Leite Vegetal
Imagem de banco de dados, meramente ilustrativa. – Foto: Unsplash/@rawpixel

Ingredientes:

  • 200 ml de leite vegetal gelado
  • 1 colher de chá de cacau em pó
  • 1 colher de chá de açúcar de coco ou xylitol
  • 1 pitada de canela

Modo de fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva em seguida com gelo.

 

LEIA TAMBÉM:

faça um comentário

Mais receitas para você

Combate ao colesterol

Veja quais os alimentos que ajudam a combater o colesterol e quais evitar

Alguns alimentos ajudam no combatem ao colesterol e outros devem ser evitados. Saiba quais são!

agilizar o almoço

9 dicas para agilizar o seu almoço durante toda a semana

Muitas coisas para fazer e pouco tempo! Confira como deixar tudo (quase) pronto e agilizar o almoço durante toda a semana

marinar carne

Você sabe marinar? 9 dicas para acertar no tempero de todas as carnes

Confira as dicas para uma boa marinada e faça toda a diferença no preparo de suas refeições

Receita salva com sucesso... Veja o seu Livro de receitas