5 benefícios da pimenta para turbinar a sua saúde!

5 benefícios da pimenta para turbinar a sua saúde!

  • Serve:

  • Tempo:

Pote branco com diversas pimentas.
FOTO: Shutterstock.com
Receita salva

São tantas as variedades de pimenta que fica difícil escolher um tipo para incrementar as receitas. Amada por uns e odiada por outros, ela também pode ser um excelente remédio natural. Conheça as mais consumidas!

Pote branco com diversas pimentas.
FOTO: Shutterstock.com

Pimenta-do-reino: geralmente é usada na versão moída e pode ser preta ou branca.

Malagueta: uma das mais picantes, originária do Amazonas.

Dedo-de-moça: tem sabor mais suave e pode ser consumida fresca ou na forma de molhos. É usada para fabricar a pimenta calabresa, desidratada em flocos e com as sementes.

Cumari-do-pará: possui aroma bastante característico, formato arredondado e coloração amarela quando madura. Pode ser consumida em conserva.

Jalapeno: famosa pimenta mexicana, consumida principalmente quando ainda está verde. É bastante utilizada para a produção de molhos.

SAIBA MAIS

Molho com dedo-de-moça e cravo-da-índia

Conheça 7 receitas deliciosas com feijão-preto

Frango picante

Pimenta e saúde

As pimentas em geral auxiliam no processo digestivo, reduzindo a formação de gases e melhorando a produção de sucos gástricos, o que evita a tão temida azia. Uma doença bastante comum é a formação de coágulos no sangue, que pode causar problemas como o tromboembolismo (quando o coágulo obstrui o vaso sanguíneo). A pimenta age quebrando esses coágulos. Outra vantagem para a saúde é a sua ação analgésica, auxiliando no tratamento de enxaquecas. Esse tempero é rico em vitamina C, betacaroteno e outras substâncias antioxidantes, que previnem tumores, principalmente o câncer de pâncreas e de próstata. Mas, a substância mais famosa e poderosa da pimenta é a capsaicina. Ela é altamente termogênica e, por causa desse efeito, ela ajuda a emagrecer! Os alimentos termogênicos aceleram o metabolismo e colaboram na queima de calorias.

Ardeu? Cuidado!

Quanto mais picante for a pimenta, é melhor não exagerar na quantidade, pois ela pode causar um efeito contrário e prejudicar a saúde. Se o ardor da pimenta for muito acentuado, logo após ingerí-la, evite beber água, pois ela espalha o sabor pela boca inteira. Procure comer um pedaço de pão. Os molhos naturais conservam todos os nutrientes da pimenta. Já os industrializados contêm conservantes.

Texto: Carolina Brito

Fonte: O Poder dos Alimentos, nº2, 2009, Editora Alto Astral

faça um comentário

Mais receitas para você

Omelete de forno de legumes com queijo minas.

Omelete de legumes com queijo minas

Essa é a receita perfeita para quem quer muito sabor e pouco tempo na cozinha!

Receitas de estrogonofe

Receitas de estrogonofe: 36 opções para você se deliciar

36 receitas de estrogonofe para você ter muitas opções.

Receita de guacamole fácil e deliciosa

Guacamole fácil e deliciosa

Aprenda a fazer esta receita de guacamole fácil, que fica delicioso e é muito prático de fazer. Experimente fazer este final de semana para os amigos!

Omelete de forno com bacon

Omelete de forno com bacon

Aprenda a fazer esse delicioso omelete de forno com bacon. Veja como é fácil!

Receita salva com sucesso... Veja o seu Livro de receitas